V. Ashtanga Yoga – Pratyāhāra

Patanjali

Pratyāhāra, estado de recolhimento dos sentidos

É o quinto dos oitos angas de Patañjali que pode ser definido como inibição sensorial em relação ao exterior.

Na maior parte do tempo, a nossa mente está completamente envolvida com pensamentos, emoções, acontecimentos exteriores, entre outros.

Muito do que prende a nossa atenção, chega-nos através dos sentidos. No Yoga os sentidos têm ainda um âmbito maior: som, contato, forma, sabor, cheiro, palavra, pensamento.

Estas faculdades levam a uma agitação interior, absorvendo constantemente a atenção.

Para o indivíduo é muito importante libertar-se da influência dos sentidos, só assim consegue aceder e absorver-se na paz e tranquilidade interior.

Tentando explicar de uma forma prática e de fácil compreensão com o seguinte exemplo.

Imagine que se encontra numa esplanada absorvido na sua leitura, tem noção do movimento à sua volta e dos ruídos, mas nem dá por isso, por estar de tal maneira absorvido na leitura e até se esquece das horas.

Isto é o estado de pratyāhāra que será o inicio da abordagem de outros estado de supraconsciência.

Pela prática conjunta e continuada do Āsana (posturas) e Prānāyāma (controle da respiração), os sentidos são recolhidos e chega-se ao estado de Pratyāhāra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *